VideoBar

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

domingo, 25 de abril de 2010

3ª do ano

Boas


Lá fui eu novamente fazer uma caçada mas ia com pouco esperança porque ai apanhar a maré a vazar e costumo apanhar mais qualquer coisa na enchente, fiquei mais ou menos dentro de agua umas 4 horas, corri tudo que podia correr nas zonas já conhecidas mas sem sucesso então decidi caçar mais na fora a meio do caminho dei com o primeiro choco enterrado só via-se os olhos continuei e cacei o segundo também este enterrado, junto a uma pequena alga estava um polvo enrolado parecia que estava a minha espera ai nem disparei apanhei-o a mão este ficou no saco de rede e não esta a vista na foto, quase a saída numa zona de algumas pedras estava o terceiro choco a meia agua já desconfiado comigo tentei a aproximação e ele começou a descair para traz duma pedra a tentar esconder-se de mim mas sem sucesso, quase mesmo a beira da agua vi uma língua e apanhei foi mais um no enfião, quando já estava em pé pronto para sair da agua lembrei-me que tinha prometido a um familiar que lhe trazia uma tainha e voltei novamente e perto de mim andava 3 tainhas e 2 garrentos dei carga em duas e depois desapareceram todas ai sai da agua já com qualquer coisa para o almoço mas um pouco aborrecido de agua estar suja, se não tivesse podia ser que tivesse apanhado mais qualquer coisa.

Quando cheguei a casa fui entregar a tainha e o garrento ao meu familiar ele batia palmas de contente porque a muito tempo que não comia aqueles peixes e eu fartava-me de rir porque peixe desse existe imenso quando vou caçar e só costumo apanhar quando vejo uma muito grande para fazer no forno.


Cumprimentos

Sem comentários: